Segurança do adolescente no Carnaval

O Carnaval está chegando com muita folia, desfiles, blocos de ruas e festas de salão. Também podem aparecer abuso de bebidas alcoólicas e drogas, aumentando o número de acidentes, roubos, violência, inclusive sexual. Para você que tem filho adolescente, aqui vão dicas para que o feriado seja bem aproveitado e seguro:

paulwaqakalou | Pixabay

1. Alimentação leve e hidratação para curtir essa época quente. Todos se esquecem da hidratação!
2. Roupas leves, fantasias seguras e arejadas. Muito cuidado com pinturas no corpo: só com tintas apropriadas
3. Evite levar bolsas e mochilas em locais de grande aglomeração. Todos devem estar com o documento de identificação em local seguro, como pochetes, ”doleiras”, bolso da frente, etc.
4. Não beba se for dirigir! E se não for dirigir beba com moderação. Lembre-se: você é exemplo para seu filho/filha.
4. Converse com seu filho/filha sobre os problemas que o início precoce do consumo de bebidas alcoólicas pode causar, entre eles dependência. Lembre-o também que, se ele for menor de 18 anos, o consumo de bebida alcoólica é ilegal.
6. Drogas nem pensar! Reforce os malefícios das drogas em si e do risco que a alteração da consciência pode trazer: drogas alucinógenas aumentam, entre outras coisas, acidentes; drogas sedativas podem ser usadas com intenção de abuso sexual, etc.
7. Por falar em intenção de abuso sexual, lembre seu filho/filha que as chamadas “drogas de estupro” mais comuns (GHB, Rohypnol – boa noite Cinderela e a quetamina) não têm cor, cheiro ou sabor e podem, facilmente, ser ingeridas com, por exemplo, um refrigerante, sem que se perceba. Por isso, fale para seu filho/filha não beber nada oferecido por outras pessoas e tomar cuidado com o próprio copo, para que ninguém adicione nada.
8. Não finja que seu filho/filha não está crescendo! Sim, ele/ela pode ter curiosidade ou até já ter vida sexual ativa. Converse abertamente sobre o tema reforçando a importância do sexo protegido, seguro.

Se seu filho/filha já tem idade para ir a alguma folia, desfile ou bloco de rua sem você aqui vão alguns cuidados a mais:
• Saiba exatamente onde ele/ela estará e estabeleça horários. Combine de trocar mensagens ou telefonemas uma ou outra vez (não exagere também!) para saber se está tudo bem.
• Dê dinheiro para que compre sua própria comida ou bebida (se menor que 18 anos, bebidas não alcoólicas), e um extra para pegar um taxi, por exemplo, caso perceba que o condutor (amigo, pai de amigo, etc.) tenha bebido.
• Aconselhe a levar o celular no bolso da frente, ou pochete, com documento de identificação. E também a não “exibir” demais o celular para evitar que seja roubado.
• E, claro, aconselhe a evitar se separar do grupo, não aceitar nada de estranhos e muito menos, sair com estranhos.

BOM CARNAVAL!

___
Relatora:
Dra. Tania Zamataro
Departamento Científico de Segurança da SPSP.

Publicado em 8/02/2018.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On