Retrospectiva Momento Saúde: aleitamento materno

Momento SaúdeApresentamos – nesta época de férias – uma retrospectiva de todos os artigos publicados em nossa coluna Momento Saúde, criada em 2017 pela equipe do blog Pediatra Orienta para que você possa ter informações rápidas sobre um determinado tema de relevância para a saúde das crianças e adolescentes, com textos curtos e de linguagem simples.

Começamos com:
Aleitamento Materno

 

Não há leite que se compare ao leite materno

Se você tem um fusca e coloca nele quatro rodas de uma Mercedes, o fusca continuará sendo um fusca, mesmo com pneus de Mercedes. Assim, nenhum leite de vaca (LV) deixará de ser leite de vaca, mesmo modificado em suas proteínas, ou acrescido de ingredientes do leite materno (LM).

O LM se adapta ao bebê desde o seu nascimento (LM de mães de prematuros tem composição diferente do LM de crianças de termo), mudando sua composição no decorrer da mamada, modificando-se durante as 24 horas e oferecendo ao lactente, em cada fase da vida, tudo o que um leite pode oferecer de melhor, enquanto ele mamar.

Em sua composição (cerca de 250 ingredientes diferentes), o LM traz praticamente tudo o que o bebê precisa desde o seu nascimento, de forma completa até o 6º mês, ainda como alimento principal até 1 ano de idade, sendo o melhor alimento complementar até o DESMAME NATURAL.

LEITE MATERNO: Desde a sala de parto, exclusivo e em livre-demanda até o 6º mês, estendido até 2 anos ou mais.

Até o Papa Francisco recomenda livre-demanda

O papa Francisco defende que os bebês mamem ao seio em público e quando eles desejarem desde 2013 (entrevista ao jornal La Stampa), 2015 (batizado de 33 bebês) e agora, em 2017 (batismo de 28 lactentes no Vaticano). Dessa vez, completou com um comentário: “Como a cerimônia é um pouco longa, alguns podem ter fome. Se é assim, vocês, mamães, amamentem sem medo, com normalidade como a Virgem”.

Dentro do útero, o feto “se alimenta” através do cordão umbilical. O alimento chega ao feto o tempo todo, em “livre-oferta”. É assim que ele precisa. De repente, após o corte do cordão, como estabelecer horários e duração das mamadas para o recém-nascido?

LIVRE-DEMANDA: oferecer o seio diante do primeiro sinal de que o bebê quer mamar, mas respeitar se ele não quiser. Não estabelecer horário para as mamadas e deixá-lo mamar durante o tempo que ele desejar. Aos poucos, o lactente estabelece um ritmo próprio das mamadas, inclusive à noite.

Leite materno engorda e faz crescer, viu?

O leite materno (LM) é o único alimento necessário até os 6 meses, o principal entre 6 meses e 1 ano e, a partir daí, passa a ser complementar até 2 anos ou mais.

Bebês nascem, em média, com 3 kg e 50 cm e chegam ao final de um ano com 9 kg e 75 cm (gráfico da OMS). Nos primeiros 6 meses, em aleitamento materno exclusivo, eles ganham 4 kg e 15 cm e depois, de 6 meses a um ano, 2 kg e 10 cm. Ou seja, quando se introduz a alimentação complementar, eles passam a crescer MENOS e NÃO MAIS, como muita gente pensa.

Iniciar a alimentação complementar aos 6 meses diminui os riscos de obesidade infantil, alergias alimentares, prisão de ventre e desmame precoce para as crianças e de câncer de mama e ovários para as mães.

INTRODUÇÃO ALIMENTAR: O bebê está preparado para começar a se sentar, comer e digerir adequadamente os alimentos oferecidos só a partir do 6º mês. Não tenha pressa.

Desmame natural é… o mais natural mesmo

Chamamos de desmame sempre que qualquer tipo de alimento ou líquido é introduzido na alimentação diária da criança, mesmo que continue com leite materno (LM).

Interromper a amamentação deve envolver o bebê, a mãe, a família e até a sociedade. Se forçarmos uma criança a pular uma fase antes de estar pronta, corremos o risco de afetar o seu desenvolvimento físico e emocional.

Desmamar em um momento apropriado, de forma gradual, independente da idade em que ocorra, é menos estressante para a mãe e para a criança, fortalece o vínculo, pode prevenir mastites, depressão, insegurança e culpa.

A vida de uma criança é feita de muitas despedidas, muitos “desmames” (do útero, do seio, das fraldas, do berço, da casa, da escola, da família) e cada uma delas deve ter seu tempo e ser respeitada.

DESMAME: Tudo na vida tem um começo, um meio e um fim. Paciência, compreensão, apoio, acolhimento, respeito e informação da família, da sociedade, dos profissionais de saúde podem fazer com que essa passagem seja… NATURAL.

 

___
Relator:
Departamento Científico de Aleitamento Materno

Republicado em 13/12/2017.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On