Momento Saúde: vício em games – quais os sinais?

saúde mentalA coluna Momento Saúde foi criada para que você possa ter informações rápidas sobre um determinado tema de relevância para a saúde das crianças e adolescentes, com textos curtos e de linguagem simples. Com uma postagem por semana, esta coluna será seu momento de dicas, alertas e cuidados.

Vamos tratar de:
vício em games

 

Vício em games – quais são os sinais?

É importante observar alterações no comportamento habitual de crianças e adolescentes. Fique atento quando há:
• Perda de interesse por outras atividades, sejam com a família ou com os amigos;
• Irritabilidade, ansiedade ou tristeza quando se vê impedido de jogar por algum motivo;
• Aumento progressivo da necessidade de jogar, com perda de controle da frequência, intensidade e duração dos jogos.

O baixo rendimento escolar, as tarefas não realizadas e as notas baixas são o principal alerta de que está havendo um excesso. Além disso, há outras graves consequências para crianças e jovens em desenvolvimento, os quais necessitam exercitar suas competências na interação com outras crianças, adolescentes e adultos, diariamente. A dependência dos games pode gerar:
• Afastamento ou isolamento dos relacionamentos sociais, mesmo de amigos próximos, com preferência pelas interações online dos games;
• Alguns jogos, como os de luta ou guerras, podem aumentar significativamente a ansiedade e alimentar sentimentos de agressividade, que afetam a percepção da criança ou adolescente sobre as experiências que tem no dia a dia e sua capacidade de encontrar soluções para seus problemas;
• O hábito de resolver virtualmente os desafios e problemas pode comprometer o exercício da tolerância, do respeito e do lidar com as diferenças entre as pessoas e com situações da vida real.

___
Relatora:
Vera Ferrari Rego Barros
Departamento Científico de Saúde Mental da SPSP.

Publicado em 27/06/2018.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On