A coluna Momento Saúde foi criada para que você possa ter informações rápidas sobre um determinado tema de relevância para a saúde das crianças e adolescentes, com textos curtos e de linguagem simples. Com uma postagem por semana, esta coluna será seu momento de dicas, alertas e cuidados.

O assunto agora é:
Câncer infantil

Por que é importante fazer o diagnóstico desta doença o mais cedo possível?

Porque quanto mais no começo o câncer, provavelmente menor será a quantidade de doença presente no corpo e maiores chances de um tratamento mais eficaz.

Para a maioria dos tipos de câncer, quanto maior o volume do tumor ou número de células tumorais:
• mais agressivo tem de ser o tratamento, principalmente a quimioterapia, com maior duração e efeitos colaterais;
• mais extensas são as cirurgias para a remoção de tumores sólidos em abdome, cérebro, membros, com maior chance de mutilações, amputação de perna ou braço, remoção do globo ocular nos tumores do olho, dano às estruturas importantes próximas ao tumor;
• maior a quantidade de radioterapia, nos tipos de câncer em que esse tratamento é empregado;
• como consequência, maiores serão as sequelas durante o tratamento, logo após o término deste e, em alguns casos, tardiamente – quando a criança já virou adulto e pode apresentar doenças típicas de pacientes mais velhos, ainda quando jovem – maior a probabilidade de alteração na qualidade de vida;
• o mais importante: menor a chance de cura.

StockSnap | Pixabay

___
Relator:
Dra. Ethel Fernandes Gorender

Departamento Científico de Oncologia Pediátrica da SPSP.

Publicado em 13/03/2019.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.