Momento Saúde: o pai na amamentação

Momento SaúdeA coluna Momento Saúde foi criada para que você possa ter informações rápidas sobre um determinado tema de relevância para a saúde das crianças e adolescentes, com textos curtos e de linguagem simples. Com uma postagem por semana, esta coluna será seu momento de dicas, alertas e cuidados.

O tema de agosto é:
Aleitamento Materno

 

O pai na amamentação

A importância que o leite materno ocupa no desenvolvimento global do bebê é amplamente divulgada pelas áreas de saúde que ressaltam a importância dos primeiros mil dias na vida da criança. O leite materno tem propriedades nutricionais e imunológicas únicas em sua composição. Além disso, a experiência afetiva que esse encontro traz para a dupla mãe-bebê pode significar uma vivência inaugural de amor que é capaz de marcar para sempre a vida da criança. E é a imagem do bebê ao seio da mãe que está presente em todas as mídias voltadas à amamentação, o que pode dar a falsa ideia de que o pai não tem lugar nessa dinâmica tão dual do início da vida de seu filho.

O pai é fundamental para que tudo se passe com a maior riqueza possível nessa etapa de vida, mesmo que sua ação seja nos “bastidores”. É muito difícil uma mulher conseguir amamentar satisfatoriamente seu bebê se não tiver o estímulo e suporte afetivo do pai da criança. Sua ausência nesse cenário significa um trabalho a mais para uma dupla que já tem que dar conta de muitas dificuldades de estranheza e adaptação que impõem tarefas cansativas para a mãe e também ao bebê.

A parceria e cumplicidade do pai fazem com que ele possa estar atento às necessidades que se impõem e cuidar para que o ambiente possa se manter estável e confortável para todos, fatores fundamentais para a satisfatória produção de leite e para que a experiência seja plena e significativa.

Alguns homens, pensando ser dispensáveis, se ressentem e “fogem” para o trabalho, deixando a mulher com sentimento de solidão e abandono. São riscos importantes para uma fase na qual ela está vulnerável e facilmente se deprime.

Além das providências concretas para manter um ambiente estável, a companhia e presença carinhosa e atenciosa do pai faz toda a diferença nesse momento fundamental.

pai na amamentação

 

___
Relator:
Denise de Sousa Feliciano
Psicanalista
Departamento Científico de Aleitamento Materno

Publicado em 9/08/2017.
Photo credit: PublicDomainPictures | Pixabay.com

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On