Gastrostomia – documento aos pais

medium_2839333345O que é gastrostomia?
Gastrostomia é uma abertura no estômago que é exteriorizada na pele, realizada durante uma cirurgia, para administrar alimentos e líquidos.

Por que fazer a gastrostomia?
Este procedimento é indicado quando não é possível alimentar a criança pela boca por um período superior a um mês. São várias as indicações da gastrostomia, uma das mais comuns é a disfagia, situação em que a criança tem dificuldade para engolir, com engasgos e aspirações de saliva e alimentos para ao pulmão.

A gastrostomia é um procedimento definitivo?
Não. Havendo melhora da situação que a indicou, seu médico poderá realizar a reversão da gastrostomia.

Quais alimentos podem ser dados pela gastrostomia?
Pacientes com gastrostomia podem receber dieta caseira, dieta industrializada ou ambas. Alimentos espessos podem não passar ou obstruir a gastrostomia. Isto depende da técnica de administração e do tamanho (calibre) do botom e da extensão utilizada. De uma maneira geral, são utilizados líquidos e alimentos liquefeitos, com espessura menor que um purê.

As crianças e adolescentes com alimentação por gastrostomia podem receber alimentos também pela boca?
Sim, desde que o pediatra não tenha contraindicado a alimentação oral (na maioria das vezes, isto ocorre pelo risco de aspiração para o pulmão quando a criança engole alimentos e/ou líquidos). Antes de oferecer alimentos pela boca converse com seu pediatra.

Quais são os principais cuidados a serem tomados com uma criança com gastrostomia?

  • Você deve preferir que seu filho use sonda ou botom de silicone, e com dispositivo anti-migração, para garantir uma adequada e confortável fixação na pele.
  • Os cuidados higiênicos englobam o banho diário, que é importante para manter a pele limpa.
  • O curativo da pele da gastrostomia (sob o botom ou sonda) deve ser feito no mínimo três vezes ao dia, usando soro fisiológico para a limpeza local e cobrindo com gaze seca.
  • Se a pele estiver vermelha e irritada pode ser necessário algum medicamento, devendo ser orientado pelo seu pediatra.
  • A dieta deve estar em temperatura ambiente e antes de ser introduzida realize a higiene da conexão da sonda ou botom com álcool 70%.
  • Após a infusão a sonda deve ser lavada com água pré-fervida, filtrada ou água destilada em temperatura ambiente (30 a 50ml).
  • Lembre de girar o botom (360⁰ mais 1/4) uma vez por dia.
  • Se o botom perdeu a adaptação adequada você deve entrar em contato com seu pediatra.
  • Há diversos modelos e fabricantes de botons e de sondas de gastrostomia, que podem requerer cuidados adicionais e ter diferente durabilidade. Recomendamos que os dispositivos sejam trocados sempre que não estiverem em bom estado. A troca deve seguir também o intervalo recomendado pelo fabricante e na ausência desta informação, deve ser feita a cada seis meses.

___
Relatores:
Membros do Departamento Científico de Cuidados Domiciliares da SPSP.

Publicado no site da SPSP em 01/02/2013.
photo credit: Big Grey Mare via photopin cc

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On