Dúvidas sobre amamentação (parte 2)

medium_3467632119Qual o intervalo entre as mamadas?
Normalmente a mãe receberá a orientação de que deve oferecer as mamas sempre que a criança solicitar, isto é, em livre demanda. A hora certa para amamentar um bebê é quando ele mostra os sinais iniciais de fome.

O bebê

  • aumenta os movimentos dos olhos fechados ou abertos;
  • abre a boca, estica a língua e vira a cabeça para procurar a mama;
  • faz sons suaves de gemido;
  • chupa ou morde as mãos, dedos, cobertas, lençol, ou outro objeto.

Se o bebê estiver chorando alto, curvando as costas e mostrando dificuldade para pegar a mama, está exibindo os sinais tardios da fome. O bebê precisa então ser segurado e acalmado antes de conseguir mamar.

É importante que a mãe seja orientada sobre os sinais de fome para que ela possa atender prontamente às necessidades do seu filho.

Acontece que as dúvidas aparecem quando a criança chora demais ou dorme demais. E aí? O que fazer?

  • alguns bebês são muito calmos e esperam pela mamada e, se não forem notados, voltam a dormir. Isso pode causar alimentação insuficiente.
  • outros bebês acordam rapidamente e ficam muito irritados se não são alimentados imediatamente.

É importante que a mãe saiba reconhecer o temperamento do seu bebê e a aprender a melhor maneira de suprir as necessidades dele.

Uma criança que mama no peito normalmente, neste período inicial, pode não esperar as clássicas três horas para solicitar o seio novamente. Isto ocorre devido à fácil digestão do leite humano e também porque a criança mama volumes menores mais vezes.

Quando uma criança nasceu de nove meses e dorme mais do que 3 a 4 horas, mas ganha peso ou quando está acordada suga com vigor e mostra-se satisfeita não devemos intervir. A preocupação só existirá quando o bebê for filho de mãe diabética, tiver alguma patologia ou for prematuro. Quando o bebê chora muito temos que nos certificar se a pega está adequada, se a língua está anteriorizada e se está bem posicionada.

Uma interferência negativa na mamada se dá pelo uso da chupeta, pois na tentativa de acalmar o bebê, a família usa esse artifício e acaba piorando a capacidade do bebê de se alimentar. Isso acontece porque a chupeta provoca confusão de bicos. No peito ele deve abocanhar a aréola e a língua deve estar na frente, ao usar a chupeta ele pega só o bico com os lábios e põe a língua para trás.

A mãe, o pai ou outro familiar deve tentar acalmar o bebê “chorão“ colocando-o em contato com o tórax em ambiente tranquilo, pois ele pode ter necessidade de maior contato físico.

___
Relatoras:
Relatoras:
Marisa da Matta Aprile
Presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SPSP (2013-2016)
Maria José Guardia Mattar
Vice-presidente do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SPSP (2013-2016)

Publicado em 27/11/2013.
photo credit: c r z via photopin cc

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On