Cuidado com intoxicações

dreamstime_xs_22113349A exposição a substâncias tóxicas é muito comum na infância, particularmente nos primeiros anos de vida.

Os produtos que mais frequentemente levam as intoxicações incluem: produtos de limpeza, analgésicos, cosméticos e plantas. Os medicamentos que causam o maior número de mortes, no caso de intoxicações, incluem: analgésicos, antidepressivos, sedativos, hipnóticos, estimulantes, drogas ilícitas, drogas cardiovasculares e álcool.

A principal medida de segurança com relação a medicamentos ainda é a barreira passiva, isto é, a adoção de tampas de segurança, principalmente nos frascos de medicamentos que atuam no sistema nervoso central.

Os padrões de intoxicações variam com o sexo e a idade: até a adolescência pode não ocorrer predominância de sexo, mas entre adolescentes ocorre com maior frequência no sexo feminino e, com o aumento da idade, assumem caráter intencional.

Orientações

  • Estar ciente da interação entre o desenvolvimento da criança e o risco de intoxicações;
  • Os adultos devem estar orientados a reconhecer em suas casas áreas de risco sabidamente conhecidas, afastando a criança do contato com: produtos químicos e de limpeza, medicamentos, plantas, inseticidas, instrumentos de jardinagem etc.;
  • Todas as embalagens originais devem ser mantidas;
  • Produtos “perigosos” devem ser colocados em armários altos e trancados;
  • Não ter em casa substâncias tóxicas e venenos;
  • Medicamentos não mais utilizados, com as embalagens abertas e com data de validade vencida devem ser descartados;
  • Medicamentos não mais utilizados, com as embalagens abertas e com data de validade vencida, devem ser descartados;
  • Grande parte das intoxicações por medicamentos ocorre quando a criança, em visita a alguma pessoa que toma regularmente alguma medicação e não possui o hábito de guardá-la, principalmente por não ter crianças em casa, ingere inadvertidamente tal medicação.

Segurança com relação aos medicamentos

As principais recomendações de segurança com relação aos medicamentos, responsáveis por 60% das intoxicações exógenas em crianças de 1 a 5 anos, são:

  • Somente comprar um medicamento quando receitado pelo pediatra;
  • Nunca aceitar substituições sem autorização do pediatra;
  • Ler com atenção a receita do médico e usar como está prescrito;
  • Não administrar medicamentos por conta própria ou por conselho de pessoas leigas;
  • Respeitar o horário determinado pelo médico;
  • Nunca tomar ou administrar um medicamento no escuro;
  • Não enganar a criança ao administrar um medicamento: não dizer que é doce ou gostoso;
  • Guardar sempre o medicamento em armário trancado a chave;
  • Não colocar no mesmo armário medicamentos junto com alimentos ou produtos químicos de uso doméstico;
  • Descartar restos de medicamentos vencidos, inclusive seu recipiente.

___
Relatora:
Dra. Regina M. C. Gikas
Departamento Científico de Segurança da SPSP

Publicado em 29/01/2014.
photo credit: Kaarsten | Dreamstime.com

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On