Amamentação é a base da vida – Dra. Adriana Mazzoni

Sou odontopediatra há 28 anos e mãe da Vitória há 23 anos!

Quando eu estava grávida, achei que tudo seria de acordo com a minha escolha, parto e aleitamento. Minha mãe teve quatro filhos, todos por parto normal, nos amamentou livremente, por isso achei que naturalmente eu poderia ter a mesma situação com a minha filha, já que eu era jovem, 28 anos, e muito saudável.

Na minha cabeça, o parto e a amamentação seriam da minha escolha… e, quando ela ia nascer, foi necessário ser por cesárea. Em seguida, por falta de orientação adequada para mim e para o pai dela, comecei a apresentar dificuldades para amamentá-la. Em uma semana fomos ao pediatra, que sugeriu mamadeira e fórmula porque ela dormia pouco à noite e meu leite era fraco… oi?

Quase surtei!!! Só que eu não tinha para quem perguntar e estava muito assustada porque também não queria que a minha filha ficasse com fome ou sofresse, só porque eu queria amamentar. E então começaram as falas familiares: ”chazinho de camomila, um pouco de água, só um pouco de leite na mamadeira e nada disso vai fazer mal”.

Insisti, mas precisei entrar com aleitamento misto. Mesmo assim, eu e a minha filha conseguimos seguir até os 10 meses de idade dela, com bastante dificuldade, com a introdução da alimentação complementar aos quatro meses, conforme a orientação médica da época.

Depois desses episódios todos, decidi estudar com profundidade esse assunto pelo qual me apaixonei, para que nenhuma mãe passasse pelo que passei, para que as pessoas tivessem mais orientação e carinho para orientá-las, para que, através de um, e mais um e muitos uns, pudéssemos fazer a diferença para o próximo bebê que nascer!

Hoje trabalho com muita alegria com aleitamento materno, e minha filha, que sempre está comigo nessas empreitadas e não trabalha na área da saúde, levanta a mesma bandeira da amamentação e conhece sobre este assunto tanto quanto eu! Ela ajuda todos os amigos e amigas que têm bebês com orientações simples, mas que podem fazer toda a diferença! E eu sigo nessa linda missão, que me emociona toda vez que eu consigo ajudar um bebê a ser amamentado!

Dra. Adriana Mazzoni
Mãe da Vitória (23 anos).
Odontopediatra do Grupo de Saúde Oral da SPSP.

agosto dourado

___
Publicado em 25/08/2018.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.