Acidentes com brinquedos: previna-se

dreamstime_xs_22077129Os brinquedos, embora, aparentemente inofensivos também oferecem grandes riscos ao seu filho.

A compreensão dos riscos inerentes a cada fase do desenvolvimento na infância ajuda a escolher brinquedos apropriados e a prevenir acidentes.

O controle do governo, normas e leis de melhoria na segurança para a manufatura e uso dos brinquedos, além dos testes nos produtos finais, deveriam atestar que a maioria dos brinquedos ofereça segurança, desde que usados apropriadamente para as idades recomendadas e fases do desenvolvimento equivalente. Se o produto encontra-se no mercado, isto não significa que seja seguro.

Orientações gerais para os brinquedos:

  • Não podem ser pequenos e nem soltar ou deslocar partes;
  • Não devem possuir correntes, cordas, fitas ou barbantes;
  • Não devem possuir extremidades afiadas ou pontudas;
  • Devem ser confeccionados com materiais não tóxicos;
  • Devem ficar guardados em locais seguros e evitar brinquedos em caixas com tampas;
  • Escolher brinquedos que sejam fáceis de limpar;
  • Devem ser grandes o suficiente para não serem deglutidos, tampouco devem ser desmontados em partes ou despedaçados;
  • Brinquedos para crianças pequenas não devem ter botões ou enchimentos facilmente removíveis;
  • Balões vazios jamais devem ficar junto ao acesso de crianças menores de 3 anos;
  • Brinquedos operados a pilha são preferíveis àqueles com fios elétricos;
  • Brinquedos que devem ficar conectados a uma tomada elétrica, não devem ser utilizados por menores de 8 anos;
  • Brinquedos com bordas pontiagudas ou mal acabadas podem cortar;
  • Brinquedos de vidro não devem ser usados por crianças pequenas;
  • Extremidades pontiagudas devem ter coberturas protetoras;
  • O principal local de lesão é o olho, o uso de espingardas, munição de “chumbinho”, arco-e-flecha e bumerangues deve ser restrito a crianças maiores, sempre com a supervisão de adultos.

___
Relatoras:
Dra. Renata D. Waksman
Dra. Maria de Jesus C S Harada
Departamento Científico de Segurança da SPSP

Publicado em 13/01/2014.
photo credit: | Dreamstime.com

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On