19 de maio: Dia Nacional de Doação de Leite Humano

O brasileiro é um povo solidário. Temos a oportunidade de observar essa característica em muitas tragédias ocorridas aqui, nas quais, mesmo sem conhecer quem foi atingido, as pessoas se mobilizaram e trataram de enviar mantimentos, água. Na Campanha do Agasalho, no inverno, são doados cobertores e roupas quentes para crianças e idosos que não são parte de nossas famílias.

O Brasil tem, reconhecidamente, a maior Rede de Banco de Leite Humano (BLH) do mundo, tendo sido citado como exemplo por várias vezes, uma delas pelo The Guardian, um dos jornais de maior circulação mundial. O leite humano doado para os bancos de leite representa uma melhor chance de sobrevida para os prematuros. Cada 1 ml é importante. Representa, por exemplo, muitas vezes, o volume de leite de uma mamada de um prematuro. Imaginem 100 mililitros!

A rede de BLH do Brasil pode ser acessada pelo site da FIOCRUZ, por região do país ou pelo site LOBALE (Localizador de Bancos de Leite Humano) através do CEP ou do endereço. Muitos dos bancos de leite se disponibilizam a ir buscar esse leite doado na residência das mães doadoras. Além disso, quer seja nessas doações, quer seja na visita das mães aos bancos de leite para doação, os profissionais dessas instituições podem avaliar e orientar técnicas de mamada (pega, posição, volume de leite) bem como de coleta, armazenamento e reutilização do leite humano doado, como está destacado em material do site Conversando com o Pediatra, da SBP.

O leite materno pode ser armazenado por 12 horas na geladeira, 15 dias no congelador (freezer) e até 6 meses se for pasteurizado pelo banco de leite para utilização.

Quinze dias antes de as mães retornarem ao trabalho, independente de sua licença-maternidade ser de quatro ou seis meses, essas mães são orientadas a suspenderem a doação aos bancos de leite e passarem a reservar o leite para que seus filhos se mantenham no aleitamento materno exclusivo até o sexto mês, estendido até dois anos ou mais. Mas, o que se observa é que, talvez por falta de orientação, ou por falta de informação, mesmo sendo um povo solidário, o estoque de leite humano dos bancos de leite não supre as necessidades dos prematuros e, em muitos casos, chega até a zerar os estoques.

A Lei Nº 13.227, de 28 de dezembro de 2015, instituiu o Dia Nacional de Doação de Leite Humano a ser comemorado, anualmente, no dia 19 de maio, e a Semana Nacional de Doação de Leite Humano, a ser comemorada, anualmente, na semana que incluir o dia 19 de maio.

Vamos aproveitar o mês de maio e, especialmente o dia 19, para alertar sobre a importância da doação do leite humano tanto para os bancos de leite quanto para o futuro aproveitamento desse leite estocado em casa para que as mães possam oferecer a seus filhos, promovendo o “padrão-ouro” da nutrição infantil.

___
Relator:
Dr. Moises Chencinski
Departamento Científico de Aleitamento Materno da SPSP.

Publicado em 19/05/2016.

Este blog não tem o objetivo de substituir a consulta pediátrica. Somente o médico tem condições de avaliar caso a caso e somente o médico pode orientar o tratamento e a prescrição de medicamentos.

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.

Author: SPSP

Share This Post On